Menu Categorias Menu
 
Todas as mensagens
Evento
Notícia
Dicas
Cotidiano
 
 
  Outros Blogs
 
ABRALE - home page
ABRASTA - home page
Blog da ABRALE
Blog do Núcleo Campinas
Blog do Núcleo Curitiba
Blog do Núcleo Porto Alegre
Blog do Núcleo Rio de Janeiro
Blog do Núcleo Goiânia
Encontrando Dr. Hodgkin - Blog da Cristine
Linfoma Emocional - Blog da Bruna
Blog da Rejane
Dentro da Bolha - Blog da Bá
Blog da Victória
Blog do Núcleo Recife


  Histórico  
 
 
  Votação
 
Dê uma nota para meu blog


ABRALE - Crie o seu Blog

Cotidiano


 
 

Quer ajudar a ABRALE e não sabe como?

 

(clique na imagem)

 

 



Escrito por Adelane Araújo às 15h53
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Toda ajuda conta! E eu conto com vocês!

 

 

clique na imagem para ser redirecionado :)

 



Escrito por Adelane Araújo às 17h26
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Fazer acontecer....

 

Um ano novinho à nossa frente....Você está pronto para fazer valer a pena cada dia da sua vida?

Temos infinitas possibilidades. Mãos à obra!

Vejo vocês por aí, até loguinho!

 



Escrito por Adelane Araújo às 17h19
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Até a volta!

O Núcleo ABRALE - Fortaleza retornará às suas atividades em 23/01/2012.

 

 



Escrito por Adelane Araújo às 16h04
[] [envie esta mensagem] []



 
 

O mundo que a gente quer...

... A gente constrói

play pra se inspirar

 

 



Escrito por Adelane Araújo às 15h43
[] [envie esta mensagem] []



 
 

 

 

 



Escrito por Adelane Araújo às 18h03
[] [envie esta mensagem] []



 
 

A ABRALE precisa de VOCÊ!

 

 



Escrito por Adelane Araújo às 15h40
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Porque a cumplicidade está nos pequenos atos

 

Era sua sexta sessão de quimioterapia e ele tem apenas 11 anos. Já conhecia a todos no ambulatório e chegava no hospital fazendo graça dos cabelos ralos: "num tô lindo hoje, tia?"

"Você é lindo todos os dias", dizia a enfermeira, enquanto o acomodava na cadeira.

Era sua primeira sessão de quimioterapia e ela tem apenas 8 anos. Os olhinhos assustados e a voz chorosa deixavam claros o medo do desconhecido. Encolhida na cadeira, perguntou: "eu vou ficar que nem ela, mãe, sem cabelo?"

A mãe só balançou a cabeça afirmando, sem saber como consolar a filha. Sem saber como consolar a si.

Ele, na poltrona ao lado, falou com um sorriso de canto de boca pra ela: "liga não, é bom que não pega piolho".

Um coro de risadas invade a sala e ela também sorri.

Ela sorri. E tudo vai ficar bem.


 



Escrito por Adelane Araújo às 00h08
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Informação é vida!

 

Mais de 80% das pessoas com linfoma no Ceará e Brasil não conheciam a doença antes de serem diagnosticadas. Esse é um dos principais resultados de pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale) com mais de dois mil pacientes no Brasil. O estudo buscou avaliar o nível de conhecimento e os processos e prazos enfrentados por quem desenvolve o quinto tipo de câncer mais frequente no mundo.

Somente no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), atualmente, 100 pacientes estão sob tratamento da doença. O HU é um dos maiores centros do Norte e Nordeste com relação aos diversos tipos de linfoma. No Brasil, segundo a Abrale, a incidência vem aumentando e nos últimos anos, passou de 2% para 3% ao ano. Serão, prevê, mais de 4,2 mil novos casos em mulheres e outros 4,8 mil diagnósticos em homens até 2012 no País.

O mais comum dos 20 subtítulos da doença é o Linfoma não-Hodgkin (que atinge os gânglios linfáticos). É o mesmo tipo de câncer diagnosticado no ator Reynaldo Gianecchini e que atingiu, em 2009, a presidente Dilma Rousseff. A doença tem grande chances de cura.

A falta de informação compromete o diagnóstico precoce. O administrador João Pedro Muniz é exemplo. Um câncer nos gânglios o surpreendeu há dois anos e ele conta que passou do medo de morrer a ter esperança renovada na vida. "Foi muito complicado e todos na família sofreram comigo", lembra.

O caso de João Pedro foi diferente do ocorrido com Gianecchini. O ator sofreu uma faringite crônica, foi tratado com antibiótico, o que resultou em uma grave reação alérgica e, depois, a confirmação dos médicos que está com o tumor nos gânglios. Já no caso do administrador, ao notar os gânglios no pescoço maiores, procurou o médico e soube na doença.

A diretora de Hematologia do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), Andréia Vieira, o linfoma é uma forma de câncer que ataca os gânglios, responsáveis por proteger o organismo de infecções. O número de casos duplicou nos últimos 25 anos no País.

Fonte: Diário do Nordeste

 



Escrito por Adelane Araújo às 23h30
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Mensagem da Semana

 

 

Que tenhamos uma semana iluminada!

Fonte da imagem:

http://migre.me/53lR0

 



Escrito por Adelane Araújo às 12h33
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Mensagem da Semana

 

 

 



Escrito por Adelane Araújo às 13h40
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Histórias de um cabelo

 

Partindo da questão 'Como um artista responde a um corpo estranho e fora de controle?', Karin Stack registrou o crescimento do seu cabelo após perdê-los por conta da quimioterapia. Cliquem no link abaixo e assistam, é fantástico!

http://karinstack.com/downloads/hairflipbook.mov

imagem retirada daqui

 



Escrito por Adelane Araújo às 14h55
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Sorria SEMPRE!

 

Bolhas de sabão, palhaços, risadas de crianças. Não, você não está num circo.

Corre corre de  pequeninos entre as cadeiras, bichinhos feitos de bexiga, risadas de crianças. Não, você não está horário de intervalo entre aulas.

Sininho e Peter Pan feitos de pano, pendurados por fios invisíveis, parecem sobrevoar cabecinhas carecas, que pulam sem parar na tentativa de tocá-los. Risadas de crianças. Sim, seja bem vindo à sala de espera da quimioterapia de um centro pediátrico oncológico, onde o único som são...risadas de crianças.

Elas sorriem apesar de tudo. E você?


 



Escrito por Adelane Araújo às 15h47
[] [envie esta mensagem] []



 
 

 

Quando uma boa risada é um santo remédio


O bom humor e o otimismo são essenciais durante o tratamento, isso já sabemos. Que possamos, então, valorizar cada dia e nos alegrar com as coisas mais simples da vida, mesmo quando nos mostrem o contrário.

Para garantir a dose diária de boas risadas, clique aqui e me diga se conseguiu não rir!

 



Escrito por Adelane Araújo às 00h47
[] [envie esta mensagem] []



 
 

Nossa nova marca:

o crescimento de uma ideia que começou com uma pequena gota de esperança

 

 

 



Escrito por Adelane Araújo às 17h46
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


   

As informações publicadas nesse Blog são independentes da ABRALE
e de responsabilidade única de seus autores.